Camaçari : Contradição: Elinaldo aumenta tarifa do transporte e STT reprova qualidade dos ônibus

Compartilhe nas redes sociais:

O título da matéria pode parecer uma piada, mas, infelizmente não é. Na verdade, a matéria é mais uma prova de que o aumento da tarifa do transporte público em Camaçari foi totalmente arbitrário e imoral. O prefeito Elinaldo Araújo (DEM) autorizou o reajuste antes mesmo da Superintendência de Trânsito e Transporte (STT) realizar a vistoria da frota de ônibus que circula no município.

A contradição só reforça o movimento encabeçado pelos estudantes, que ocupam a Câmara de Vereadores de Camaçari há 14 dias, que exigem a revogação do decreto que autoriza o aumento, que tem variações de de 2,57% a 18,19%. Cabe ressaltar que não existiu, por parte do prefeito Elinaldo, nenhum diálogo com a sociedade e muito menos com os vereadores sobre o reajuste da tarifa.

De acordo com a STT, a frota que faz o transporte público em Camaçari é composta por 146 veículos, sendo 47 da Cooastac, 53 da Cooperunião e 46 da VCI. 21 veículos já foram inspecionados, todos da Cooperunião e todos foram reprovados, o que revela a precariedade dos veículos. Segundo, o órgão até o dia 12 de maio todos os ônibus passarão pela vistoria.

Como funciona
De acordo com a Prefeitura de Camaçari, o processo de vistoria foi dividido em duas etapas. A primeira consistiu na entrega da documentação dos veículos, feita semanas antes da parte operacional, que está em andamento e consiste no serviço de vistoria. Essa segunda fase é realizada na Limpec (Empresa de Limpeza pública de Camaçari) e executada por quatro profissionais, de 8h às 12 e das 14h às 17h.

Durante a inspeção são observados itens de segurança, como pneus, mecânica, extintor, suspensão e parte elétrica, e também os de conforto, onde são analisadas as condições internas do veículo, a exemplo dos assentos, o elevador de acessibilidade, os corrimões de apoio, campainha de solicitação de parada, as lâmpadas e o lastro.

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *