Junior Cigano é nocauteado e Demian Maia vence no UFC 211

Compartilhe nas redes sociais:

Cigano ficou 2min22s no octógono na tentativa de tirar o cinturão de Stipe Miocic

A madrugada deste domingo, 14, foi de altos e baixos para os lutadores brasileiros do UFC. Junior Cigano e Jéssica Bate-Estaca foram derrotados em seus confrontos, em Dallas, mas Demian Maia salvou a noite ao vencer mais uma, no UFC 211, e se credenciar para a disputa do cinturão do peso-meio-médio.

A maior decepção da disputa coube a Cigano. O brasileiro ficou apenas 2min22s no octógono na tentativa de tirar o cinturão dos pesos-pesados de Stipe Miocic, lutador croata naturalizado norte-americano. Ele defendeu seu cinturão com sucesso pela segunda vez ao nocautear Cigano logo no primeiro round.

A vitória teve sabor de vingança para Miocic, que havia sido derrotado pelo brasileiro no confronto anterior entre os dois. Na ocasião, ainda em 2014, Cigano vencera por pontos. Desta vez, o croata dominou e acuou o brasileiro desde os primeiros segundos de luta. Após derrubá-lo, ainda desferiu alguns golpes no rosto de Cigano antes de o árbitro finalizar o confronto.

Demian Maia obteve melhor resultado nesta madrugada. Ele superou o norte-americano Jorge Masvidal por decisão dividida dos jurados: 29-28, 28-29 e 29-28. Logo após vencer sua sétima luta consecutiva, o brasileiro cobrou Dana White, proprietário do UFC, pela chance de disputar um confronto valendo o cinturão dos meio-médios. E Dana aceitou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *