Sessão especial debate formas de prevenção das IST, HIV e Hepatites virais

Compartilhe nas redes sociais:

Discussão foi dirigida ao segmento LGBT em Lauro de Freitas

Trabalhar as formas de prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), HIV e Hepatites Virais no segmento LGBT em Lauro de Freitas foi o objetivo da Sessão Especial realizada nesta quarta-feira (24) à tarde, na Câmara Municipal. Promovida pelo Centro de Testagem e Acompanhamento (CTA), vinculado à Secretaria Municipal de Saúde, e pelo Legislativo, a sessão reuniu representantes dos coletivos CLBGT e Unigay, entre outros.

“Esta é a segunda atividade voltada para a prevenção realizada na Câmara. É o caminho para a redução das doenças. Não existem mais grupos de risco, o trabalho é para toda a população, principalmente a juventude. Por isso, é importante trabalhar a transversalidade, com a inclusão da Secretaria de Educação nos debates”, disse Naide Brito.

Segundo o coordenador do CTA, Alex Fraga, o trabalho se baseia no tripé prevenção, diagnóstico e tratamento. “O município ficou um tempo sem falar sobre prevenção”, declarou, destacando que o CTA tem ido às comunidades fazer os testes. O Centro tem uma equipe multidisciplinar com infectologista, psicóloga, assistente social, enfermeiro, farmacêutico e assistentes.

Enfermeiro do CTA, Ramon Campos, informou que existe um protocolo entre a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde (MS) para que até 2020, 90% da população brasileira tenha sido testada e, destes, 90% tratadas para que a carga viral seja menor que 1.000, quebrando a transmissão dos vírus.

Dados do MS apontam que em Lauro de Freitas, de 1980 a 2016, existem 547 casos notificados de IST. No Serviço de Atendimento Especializado (SAE) do CTA 480 pessoas estão cadastradas, entre homens e mulheres. “Hoje, o paciente tem uma vida normal com o medicamento Dolutegravir (que substituiu o coquetel), que, inclusive, é eficaz até 72 horas após a relação”, falou Campos.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em pé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *