Menina mordida por leão-marinho está infectada por bactéria mortal

Compartilhe nas redes sociais:

A história do vídeo viral da semana passada, em que uma criança era mordida por um leão-marinho e arrastada pela água, não terminou. A protagonista, que foi resgatada por um homem que se encontrava no cais da cidade canadense de Richmond, atualmente está internada e recebe tratamento específico para combater uma bateria que é “potencialmente mortal”.

 

A família consultou um biólogo, e foi informada que leões marinhos e focas possuem grande quantidade de bactérias nocivas e encaminhou a menina para um centro médico, onde ela passa por tratamento.

 

À TV NBC, o pai da garota contou que a infecção é conhecida como “dedo de foca”, que é causada pela presença uma bactéria cujo nome científico é Mycoplasma phocacerebrale, que se não for combatida com os antibióticos adequados pode gangrenar a região e provocar amputação, ou até mesmo a morte do paciente.

 

No vídeo, após ser resgatada, é possível ver menina caminhando sem problemas. Mas pouco depois, o ferimento causado pelo animal infeccionou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *