A três dias do Ba-Vi, Tiago diz que clássico será o “mais difícil” da temporada

Compartilhe nas redes sociais:

Bahia já enfrentou o maior rival cinco vezes em 2017. Com as duas equipes na zona de rebaixamento, clássico ganha tempero extra e ares de desespero

 

Quando o assunto é clássico, a temporada de 2017 tem sido atípica para a dupla Ba-Vi. Além de jogar com torcida únicapela primeira vez na história, os rivais já se enfrentaram cinco vezes e têm mais dois jogos pela frente. O próximo, inclusive, está marcado para domingo, às 16h (horário de Brasília), no Barradão.

A partida, válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, conta com ingredientes a mais: as duas equipe estão na zona de rebaixamento e separadas por apenas dois pontos. Escolhido para entrevista coletiva antes do treino desta quinta-feira, o zagueiro Tiago disse que o Ba-Vi de domingo será o mais difícil do ano. O defensor fala com autoridade de quem esteve presente nos outros cinco clássicos realizados em 2017.

– Acho que vai ser o jogo mais difícil, tanto para nós quanto para eles. A gente prevê um jogo bem disputado. A gente tem que fazer um grande jogo, porque estamos jogando bem, mas as coisas não estão acontecendo. Precisamos dos três pontos. (…) Eu não posso falar pelo Vitória. Acho que o Bahia vem fazendo um grande papel, vem surpreendendo. Acho que a gente não pode deixar que as coisas extracampo nos abalem. Nesse momento todo respeito é bem-vindo – disse Tiago.

Assim como fez Zé Rafael na quarta-feira, Tiago ligou o sinal de alerta para a bola parada do adversário. Além de enaltecer a jogada do rival, o zagueiro lembrou que o Bahia já sofreu com essas jogadas em outras partidas. Em quatro das dez rodadas disputadas até aqui, o Tricolor levou gols de bola parada: Atlético-PR, Grêmio, Corinthians e Palmeiras foram os algozes.

– Bola parada decide jogo. A gente tomou gol de bola parada contra Corinthians, Grêmio e Palmeiras. São detalhes que fazem a diferença. O Vitória tem jogadores altos, perigosos. A gente tem três dias ainda para trabalhar e botar essa questão da bola parada em prática, porque isso define jogo – explicou o defensor.

A bola parada realmente não tem sido aliada do Bahia nesta Série A. Além dos quatro gols sofridos, o time não consegue aproveitar as chances ofensivas. O Tricolor balançou as redes adversárias apenas uma vez em jogadas de bola parada. O autor do gol foi justamente Tiago, na estreia da competição, contra o Atlético-PR.

– A gente realmente teve as oportunidades, mas não aproveitou. Acho que, pela rotatividade, já bateu o Régis, o Juninho, a batida fica diferente. É uma arma que gente deveria aproveitar melhor. A gente também não teve tempo de treinar, de melhorar isso – justificou Tiago.

Com gol de bola parada ou não, Bahia e Vitória se enfrentam no domingo, às 16h (horário de Brasília), no Barradão. Com 10 pontos, o Tricolor ocupa atualmente a 17ª posição da tabela e precisa do triunfo para deixar a zona de rebaixamento.

*Reportagem produzida pelo estagiário Rafael Teles, sob supervisão de Tamires Fukutani.

Fonte: Globo Esporte BA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *