Lauro: em protesto, trabalhadores fazem ‘ressaca junina’ contra reformas

Compartilhe nas redes sociais:
Na manhã desta sexta-feira (30), entidades sindicais de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, também à Greve Geral que acontece em todo país. Na entrada da cidade, os trabalhadores realizam o que chamam de “ressaca junina contra as reformas da previdência e trabalhista e a favor do Fora Temer e Diretas Já!”. Além disso, no sentido Centro, os manifestantes ocupam uma das faixas da Estrada do Coco, no KM 01, próximo de um posto de gasolina.
O Coordenador Geral do ASPROLF, Valdir Silva, destaca que assim como na Greve Geral de 28 de Abril, nesta sexta os trabalhadores tomam as ruas de Lauro de Freitas com o movimento #Euvouelevomaisuns!. “A ideia é que cada trabalhador leve para a concentração quem puder levar. Vamos contagiar nossos amigos, vizinhos, trabalhadores e os demais servidores. Vamos fazer a maior greve geral de Lauro de Freitas”.
Os sindicalistas prepararam uma “greve cultural” com bandas de forró, comidas típicas (milho e amendoim), e discursos contra as reformas do governo Temer e pelas Diretas Já.
Participam do protesto, além do Sindicato dos Trabalhadores Municipais da Educação (ASPROLF), o Sindicolf, Sindicato dos Aeroviários, Metalúrgicos, ASGUALF (Guarda Municipal), Trabalhadores da Indústria Química, Petroquímica, Plástica e Farmacêutica da Bahia, entre outros.
Os servidores do município foram liberados para aderirem ao movimento. Ao BNews, a direção do movimento informou que a prefeita da cidade, Moema Gramacho (PT), é esperada no ato.
Por causa do protesto em Lauro de Freitas, segundo a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), há retenção na Avenida Caribé, sentido aeroporto.
Fonte: Bocão News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *