LGBTs são agredidos em show de Pabllo Vittar no Rio de Janeiro

Compartilhe nas redes sociais:
Apesar de ter um representante LGBT em cima do palco, Pabllo Vittar, os fãs que estiveram no show do cantor, no último sábado, no Clube Monte Líbano, no Rio de Janeiro, não tiveram seus direitos preservados. Segundo o colunista Léo Dias, do jornal O Dia, cinco LGBTs foram espancados na festa ‘A Maior do Baile – Medicina UFRJ’. 
 
De acordo com as denúncias de agressão feitas na Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual, as vítimas acusam a equipe de seguranças do  Monte Líbano de agredí-los com socos, chutes e os jogadorem das escadas. “Mesmo sendo uma festa que prometia ser inclusiva,  o grupo foi agredido pelos seguranças que deveriam cuidar do bem-estar de todos” explica a advogada Maria Eduarda Aguiar do grupo Pela Vidda.
 
Ainda de acordo com a publicação, as vítimas de homofobia, transfobia e lesbofobia, vão se reunir para buscar apoio nesta terça-feira com o Coordenador Especial da Diversidade Sexual do município, Nélio Geogini, e o Coordenador do Rio Sem Homofobia, Fabiano Abreu, no  Palácio da Cidade, em Botafogo.  “Vamos cobrar e acompanhar uma apuração rígida do caso e que os culpados sejam punidos”  afirma Nélio Geogini, titular da CEDS Rio.    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *