Analista das Nações Unidas visita sede do Programa Corra pro Abraço em Lauro de Freitas e elogia audiências de custódia

Compartilhe nas redes sociais:
O analista Francisco Cordeiro, analista de Programa do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) em visita ao Núcleo de Prisão em Flagantes do TJBA
O Núcleo de Prisão em Flagrantes do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), na Avenida Tancredo Neves, recebeu a visita do analista de Programa do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), Francisco Cordeiro, que acompanhou a realização de uma audiência de custódia.
A visita fez parte de uma inspeção realizada pela agencia da ONU com o objetivo de conhecer as ações desenvolvidas pelo programa Corra pro Abraço, desenvolvido pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social em parceria com o TJBA.
O programa atua, há quatro anos, em Salvador, Lauro de Freitas e Feira de Santana atendendo usuários de drogas em vulnerabilidade social, com ações para reduzir danos físicos e sociais. A iniciativa foi selecionada pela ONU para uma eventual parceria com a organização.
Dentre os serviços oferecidos e atividades promovidas estão assistência jurídica, ações de saúde com exames e atendimentos em campo, passeios ao cinema, teatro e museus, atendimentos com psicólogos e oficinas de arte-educação.
Desde novembro de 2015, um termo de cooperação técnica firmado entre a secretaria e o tribunal viabiliza a realização de uma série de atividades no Núcleo de Prisões em Flagrante.
“O analista Francisco Cordeiro demonstrou grande interesse e destacou a parceria com o TJBA, especificamente na realização de audiências de custódia, como uma das mais inovadoras que eles viram nos últimos tempos”, diz Denise Tourinho, titular da Superintendência de Políticas sobre Drogas Atenção a Vulneráveis, vinculada à secretaria.
Além da visita ao Núcleo de Prisão em Flagrante, Cordeiro compareceu a uma Sessão Especial em Homenagem ao Corra pro Abraço, realizada na Câmara Municipal de Salvador, e esteve na sede do projeto em Lauro de Freitas, para conversar com jovens contemplados pela iniciativa.
O analista também acompanhou a apresentação do grupo teatral Jaer – Juntos pela Arte e Educação na Rua, mantido pelas organizações não-governamentais Comvida (Comunidade Cidadania e Vida), Cipó Comunicação Interativa e ACN – Associação Cristã Nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *