Polícia Federal deflagra duas operações contra desvio de recursos em cidades da Bahia

Compartilhe nas redes sociais:

Foram deflagradas na manhã desta terça-feira (19), as operações Chronos e Syagrus, pela Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Controladoria Geral da União. Elas investigam o desvio de recursos públicos em quatro cidades da Bahia: Palmas de Monte Alto, Aracatu, Riacho de Santana e Botuporã.

Os agentes da PF buscam cumprir 15 mandados de busca e apreensão, 10 mandados de condução coercitiva e oito de medidas cautelares. Os investigadores apontam que a ação tem o intuito de apurar fraudes nos processos licitatórios e na execução de contratos de prestação de serviços de limpeza, asseio e conservação diária nas dependências de prédios pertencentes aos municípios de Aracatu e de Palmas de Monte Alto, entre os anos de 2014 e 2017.

Segundo as investigações, a mesma empresa – que venceu as licitações nas duas cidades – era de “fachada” e muitos de seus empregados contratados seriam “fantasmas” ou prestariam serviços em estabelecimentos desativados.

De acordo com a Polícia Federal, o dinheiro recebido pela empresa era repassado a servidores municipais com ligação ao ex-prefeito de Palmas de Monte Alto ou a familiares do atual prefeito de Aracatu, que não utilizavam todo o dinheiro, apenas parte dele, pagando pessoas da zona rural ou adolescentes para a execução do que o contrato especificava. O restante do dinheiro era utilizado “indevidamente”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *