Tribunal divulga documento que prova a inocência de Lula

Compartilhe nas redes sociais:

Está provado de forma cabal: o famoso “triplex do Guarujá” pelo qual Lula foi condenado não pertence ao ex-presidente. Quem garante é a juíza Luciana Corrêa Tôrres de Oliveira, da 2ª Vara de Execução de Títulos Extrajudiciais, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). Ao determinar a penhora do imóvel para pagamento de dívidas da OAS, a magistrada reconhece que o apartamento pertence à empreiteira e não ex-presidente Lula, reforçando as alegações da defesa e jogando por terra de maneira definitiva as frágeis acusações feitas pelo Ministério Público e aceitas pelo juiz Sérgio Moro. Acesse http://bit.ly/2mNQfax para saber mais e http://bit.ly/2D8nMlNpara ter acesso ao termo de penhora, o documento que comprova a inocência de Lula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *