PF cumpre mandados de busca e apreensão por corrupção na reforma da Fonte Nova

Compartilhe nas redes sociais:

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta segunda-feira (26/2), a Operação Cartão Vermelho, que cumpre sete mandados de busca e apreensão no âmbito da investigação que apura irregularidades na contratação dos serviços de demolição, reconstrução e gestão da Arena Fonte Nova, em Salvador.

Por meio de nota, a PF informou que “dentre as irregularidades já evidenciadas no inquérito policial estão fraude à licitação, superfaturamento, desvio de verbas públicas, corrupção e lavagem de dinheiro”. Ainda de acordo com o órgão, a licitação que culminou com a Parceria Público Privada (PPP) nº 02/2010 foi direcionada para beneficiar o consórcio Fonte Nova Participações – FNP, formado pelas empresas OAS e Odebrecht.

Segundo laudo pericial, a obra foi superfaturada em valores que, corrigidos, podem chegar a mais de R$ 450 mi de reais. Deste valor, grande parte foi desviada para o pagamento de propina e o financiamento de campanhas eleitorais.

Uma coletiva de imprensa será realizada, às 10h, na sede da Superintendência da Polícia Federal na Bahia, na Av. Oscar Pontes, Água de Meninos, em Salvador, para prestar mais esclarecimentos sobre a operação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *