Qualifica Bahia inicia novas turmas em Salvador

Compartilhe nas redes sociais:

Para conquistar maior destaque no mercado de trabalho e novas oportunidades de geração de renda, 240 trabalhadores de Salvador iniciaram, desde quarta-feira (28), cursos do Programa Qualifica Bahia. A abertura das atividades foi marcada por uma aula inaugural no auditório do Ministério Público Estadual, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Oferecidos pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), os cursos contemplam as áreas de azulejista, doces e salgados, técnicas de vendas, corte e costura, cabeleireiro, técnicas de congelamento e culturas digitais e mobilização de redes sociais. As aulas serão realizadas na capital baiana, nos bairros Acupe de Brotas, São Cristóvão, Paripe, São Gonçalo, Cajazeiras, São Caetano, Barroquinha, Candeal, Sussuarana, Cosme de Farias, Uruguai e Narandiba

“A qualificação profissional é uma das alternativas para aumentar as chances de empregabilidade das trabalhadoras e dos trabalhadores. Por isso, o Governo do Estado mantém uma cartela de cursos em funcionamento, colocando os recursos do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza a serviço da formação do povo baiano. Oferecemos esse ano 2.440 vagas, em 85 municípios, de 26 territórios de identidade”, destacou a titular da Setre, Olívia Santana, na cerimônia de início dos cursos.

Para o operador industrial Dilson Santos, 48 anos, o Qualifica Bahia vai proporcionar o primeiro contato com um novo ofício. “Estou parado há dez meses e resolvi fazer o curso de azulejista. Pra mim, é uma área nova e mais uma possibilidade para voltar ao mercado de trabalho. As expectativas são as melhores possíveis, tenho boas referências dos cursos que a Setre oferece”, afirmou.

Cabeleireira há cinco anos, Caína Moreira considera que o programa é uma oportunidade de aperfeiçoamento. “É uma chance para aprender mais e oferecer um serviço ainda melhor para os meus clientes. A área de beleza traz um bom retorno, principalmente para quem se dedica, busca novos conhecimentos e gosta do que faz”, contou a profissional, que tem um salão na própria casa.

Certificação

A solenidade incluiu também com a certificação de 20 educandos que concluíram a formação de Agente da Cultura e Animador Cultural, pelo Programa Trilha, outra iniciativa de qualificação profissional do Governo do Estado. “Não tinha ideia de como era o curso e quais as perspectivas de trabalho, mas foi uma experiência muito gratificante. As noções de empreendedorismo que tivemos nas aulas são importantes para qualquer pessoa, independente da área de atuação”, destacou a estudante de Administração Juliana Vaz, 19 anos, uma das concluintes do curso, oferecido no bairro de Cajazeiras, em Salvador.

Fonte: Ascom/Setre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *