Educação prepara servidores para o Pacto Nacional de Alfabetização

Compartilhe nas redes sociais:


Com a proposta de assegurar o aprendizado individual e coletivo, utilizando a reflexão interativa, e de acordo com o Plano Nacional de Educação (PNE), foi iniciado nesta quarta-feira (02), no Centro de Formação Continuada (CEFOC), em Itinga, o ciclo formativo do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa- PNAIC – 2018, promovido pela Secretaria Municipal de Educação (SEMED). A formação apresenta atividades pedagógicas para os coordenadores e professores da Pré-escola, Fundamental I e articuladores do Novo Mais Educação. O Ciclo seguiu nesta quinta (03), continua na sexta (04) e será encerrado no dia 08.

O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal e solidário entre os governos federal, estados e municípios, desde 2012, assumido pela cidade de Lauro de Freitas a fim de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do Ensino Fundamental.

Na manhã do primeiro dia de formação, após a abertura oficial e apresentação da equipe PNAIC municipal, a programação foi comanda pela mestra em educação Rosângela Aciolly, que apresentou o tema “Alfabetização e Identidade: Uma nova epistemologia”. Segundo Rosângela, que tratou de questões raciais, a formação é importante para que o educador possa conhecer a história do município. “Precisamos criar mecanismos de educação que reconheça a identidade da cidade e que dialogue com a sua territorialidade. Pensar no aluno negro, maioria na rede municipal de ensino, é legitimar a fala desse aluno enquanto sujeito produtor de conhecimento científico e tecnológico”.

Ainda pela manhã, com a formação voltada para os profissionais da educação do Fundamental I, a coordenadora executiva da SEMED, Dinalva Melo, e a educadora Débora Privat, levaram para os participantes a discussão sobre a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento que define os conhecimentos essenciais que todos os alunos da Educação Básica têm o direito de aprender. Também foram encaminhados os grupos de coordenadores que irão representar os polos educacionais do município.

Durante a tarde, a programação foi aberta com a apresentação do PNAIC para educação infantil, onde foi discutido o plano de ação e proposta do Pacto. Logo após, as formadoras municipais Débora Cruz e Dilma Santana, trabalharam com os profissionais da educação conceitos e concepções de sociabilidade, além do encaminhamento da agenda de atividades, informes e definição de estratégias para atuação dos coordenadores e formadores locais nas atividades das unidades escolares.

Para a professora da Escola Vila Nova Cristina de Matos, o ciclo formativo permite que os educadores possam discutir sobre os currículos internos das escolas para que assim colaborem com a construção curricular do município. “É muito pertinente termos esse espaço para que possamos elencar opiniões e discutir ideias. Temos aqui representantes escolares que trazem, através de suas experiências, sugestões de melhoria para a educação e propostas de implementação de currículo que podem deixar o ensino no município ainda mais com a cara de Lauro de Freitas”.

Os professores do Pré I e II terão formação nesta sexta-feira (04), com a discussão do tema “Refletindo sobre o percurso de ser educador”, na Unime – sala 114C, das 8h às 17h.

Texto e foto: Laerte Santana

Ascom Prefeitura de Lauro de Freitas

03/05/2018

71 3288 8371

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *