Homem que colocou fogo em casa e matou cinco crianças é condenado a 112 anos de prisão

Gilson de Jesus Moura, 49 anos, foi condenado a 112 anos de prisão após decisão do júri popular, realizado nesta quinta-feira (10), em Feira de Santana. Ele foi declarado culpado pela morte de cinco crianças, todas elas parentes, após incendiar uma casa no dia 4 de janeiro de 2017, no bairro Mangabeira. 

Gilson jogou combustível e ateou fogo na residência da família, no Alto do Rosário. No incêndio, morreram Thais de Jesus Moura, 13 anos, Carlos de Jesus Moura, 9, e Xayane de Jesus Moura, 8, filhos de Gilson com Cristina. A enteada dele Emile de Jesus Moura, 16, e o filho dela, de prenome Enzo, de 1 ano, também morreram. A adolescente estava grávida de cinco meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *