Eduardo Alencar ressalta a importância das vaquejadas como tradição nordestina

Compartilhe nas redes sociais:

Candidato a deputado estadual e ex-prefeito de Simões Filho, Eduardo Alencar (PSD) defende as vaquejadas. “Essa é uma das mais importantes tradições nordestinas. E as vaquejadas são bens imateriais do patrimônio cultural nacional que devem ser preservadas”, afirmou o candidato. Há mais de trinta anos Eduardo Alencar tem uma forte relação com a vaquejada na medida em que ele é criador do Quarto de Milha, cavalo que participa da vaquejada. Seus cavalos participam de turfes no país. “Sou um apaixonado pelas vaquejadas e incentivador da prática”, afirmou. Em junho do ano passado, após polêmicas sobre a manifestação cultural, a Câmara dos Deputados aprovou, em segundo turno, a PEC da Vaquejada. A proposta, de autoria do senador Otto Alencar, irmão de Eduardo Alencar, adicionou parágrafo ao artigo 225 da Constituição para que não se classifiquem como cruéis as práticas esportivas reconhecidas como bens imateriais do patrimônio cultural brasileiro e asseguradas por lei que tenham garantias do bem-estar dos animais utilizados. Eduardo foi um dos incentivadores da criação da PEC como “forma de proteger a vaquejada”. Ele salientou que “a Espanha tem as touradas; os Estados Unidos e Barretos os rodeios. E o Nordeste tem como tradição a vaquejada, que está entranhada na cultura do nosso povo”, diz o candidato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *