Presidente da câmara se posiciona sobre episódio de Portão

Compartilhe nas redes sociais:

NOTA PÚBLICA

O episódio de violência que atingiu as famílias de Portão neste domingo não tem justificativa possível.

Acreditamos que as autoridades do Estado irão apurar o ocorrido e punir quem tiver que ser punido.

Nada justifica o disparo de armas de fogo pela polícia no meio de famílias, na presença de crianças de colo inclusive, durante um jogo de futebol de bairro.

Seja lá qual for o contexto que levou os policiais a efetuar os disparos, não é admissível que armas sejam usadas dessa forma.

A apuração dos acontecimentos e a punição dos culpados precisa ser rápida e exemplar, principalmente num momento em que se fala de armas de fogo como se fossem a solução para os nossos problemas de segurança.

As pessoas podem acreditar no que acharem melhor, mas ainda há leis vigentes no país e a polícia simplesmente não pode arriscar a vida de quem quer que seja: nem de suspeitos, nem de inocentes, muito menos de crianças.

Esse papel de sair atirando no meio de famílias não cabe nem a bandidos, e mesmo que coubesse, teríamos que tratá-los nos limites da lei. Com a palavra, o Governador Rui Costa.

Antônio Rosalvo
Presidente da Câmara Municipal de Lauro de Freitas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *