CEO de Lauro de Freitas realiza cirurgia que acaba com ‘língua presa’ em bebês

Compartilhe nas redes sociais:

realizadas em bebês estão acabando com um problema que pode prejudicar a fala e dificultar a amamentação: a língua presa. O procedimento é simples, dura cerca de 15 minutos e o resultado é comemorado pelas mães. A ação é realizada no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) da Secretaria Municipal de Saúde de Lauro de Freitas (Sesa), localizado na Itinga.A coordenadora geral de Saúde Bucal da Sesa, Gabriela Borges, explica que o primeiro passo é fazer o diagnóstico. “Detectando que há a necessidade dessa cirurgia, é realizado o procedimento para que a língua possa ter a mobilidade e sua função correta. O ideal é que essa análise seja feita logo após o nascimento e realizada a cirurgia o mais cedo possível, porque se for feita posteriormente, o procedimento se torna mais complicado. Quanto mais tarde for realizada a intervenção cirúrgica, maiores serão as sequelas, e as cirurgias mais invasivas”, alertou.Se o teste for realizado no primeiro mês de vida do bebê, é possível detectar a língua presa e buscar tratamento precocemente. A dona de casa Maria Alice agiu rápido quando o médico disse que o filho estava com o problema. Ela considera o procedimento um alivio.”A gente fica mais tranquila com a criança estando com a língua normal para poder mamar, isso nos deixa bem mais felizes”. O bebê apresentou dificuldades para iniciar o processo de expressão vocal. A mãe percebeu os sinais logo após o nascimento da criança e procurou o médico. “A partir do momento em que ele fez a cirurgia, a amamentação e tudo melhorou. Se ele vai tomar alguma coisa, ele não engasga mais”.De acordo com Gabriela, quando realizada em recém-nascido, o pós operatório é mais tranquilo, praticamente sem sangramento e dor. “É realizada anestesia tópica, com o auxílio da mãe para segurar o bebê, posicionado instrumental adequado na língua para fazer a incisão (picote) e imediatamente o freio é “solto”. O profissional orienta que a mãe amamente o bebê logo após a cirurgia, quando já se torna visível a sucção estável.”, disse.DESTAQUE NA RMSO serviço de saúde bucal de Lauro de Freitas é considerado destaque na Região Metropolitana de Salvador. No CEO são ofertados oito tipos de especialidades como diagnóstico bucal com ênfase na detecção do câncer de boca, periodontia especializada, cirurgia oral menor dos tecidos moles e duros, endodontia (tratamento de canal), atendimento a pessoas com necessidades especiais, odontopediatria, confecção e instalação de próteses dentárias e ortodontia dos maxilares. O serviço é ofertado também no terceiro turno, de segunda a sexta-feira, das 7h da manhã até as 21h.Em 2018 o CEO realizou 32.840 procedimentos odontológicos e novos serviços foram implantados. Neste ano, de janeiro a junho de 2019, o equipamento contabiliza 13.715 atendimentos. “Realizamos também cirurgia de frenectomia em crianças para auxiliar no desenvolvimento da fonação e deglutição, confecção de placas miorrelaxantes para tratamento de Disfunção Temporomandibular (DTM), instalação de pinos intrarradiculares e confecção de blocos resinosos para dentes com grande destruição coronária”, explicou.Além do CEO, a Rede de Atenção em Saúde Bucal do município de Lauro de Freitas conta com 24 Equipes de Saúde Bucal (cirurgião-dentista e auxiliar de saúde bucal) que prestam atendimentos nas 15 Unidades de Saúde da Família, uma Unidade Odontológica Móvel (UOM) que atende as áreas descobertas em saúde realizando todos os procedimentos odontológicos ofertados pela Atenção Básica. “A população também encontra os serviços de saúde bucal de urgência e emergência 24h no Pronto Atendimento Nelson Barros, no Centro”, completou.Jornalista Giovanna ReynerFoto Rafael Magno16/09/2019ASCOM/PMLFTel.: 3288 – 8371www.laurodefreitas.ba.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *