Oito toneladas de óleo foram retiradas das praias de Lauro de Freitas até esta quinta-feira

Compartilhe nas redes sociais:

As equipes das secretarias municipais de Serviços Públicos (SESP) e de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH) de Lauro de Freitas retiraram, até a manhã desta quinta-feira (17), cerca de oito toneladas de óleo das praias de Vilas do Atlântico e Ipitanga. A maior quantidade de manchas foi registrada nesta quarta-feira (16), em Vilas, quando o volume chegou a assustar banhistas e pescadores. Às 13 horas os resíduos já haviam sido retirados.
No início da manhã desta quinta-feira (17) as equipes coletaram óleo na divisa entre as praias de Vilas e Ipitanga, no entanto em pouquíssima quantidade. Às 6h da manhã, com a maré ainda cheia, já havia equipes nas praias, recolhendo as pelotas nas areias. O trabalho conta com 60 pessoas, responsáveis pelo monitoramento e recolhimento do material.
O armazenamento é feito em big bags disponibilizados pelo Governo do Estado e segue as orientações do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA). A Prefeitura também tem orientado voluntários para o correto acondicionamento do material coletado.
PESCADORES – Em reunião com pescadores realizada no início da tarde desta quarta-feira (16) na Colônia Z 57, na Praia de Buraquinho, a prefeita Moema Gramacho, solicitou aos pescadores que informem à Prefeitura caso apareçam peixes ou crustáceos com suspeita de contaminação, ou se identificarem manchas de óleo no mar.
A prefeita informou ainda que caso a situação se agrave e a pesca precise ser suspensa, a Prefeitura solicitará ao Governo Federal a liberação de recursos para os profissionais que vivem da pesca, algo parecido com o seguro defeso.

Jornalista Rodrigo Castro
Fotos: Danilo Magalhães / Edgard Copque
ASCOM Prefeitura de Lauro de Freitas
17/10/2019
71 3288 8371

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *