Semed e Unicef discutem planos de ação para o Busca Ativa Escolar

Compartilhe nas redes sociais:

Os planos de ação para implementar o Programa Busca Ativa Escolar no município de Lauro de Freitas, foram discutidos nesta segunda-feira, dia 11, em reunião da Secretaria Municipal de Educação (Semed) com a responsável do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) pelas questões da Educação no Nordeste, Verônica Bezerra, e representante do órgão na Bahia, Helena Silva. As atividades ocorreram nos turnos matutino e vespertino, na sede da secretaria.
O Busca Ativa é um programa da Unicef em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas), lançando em Lauro de Freitas, no último dia 1º de novembro. O objetivo é erradicar a evasão escolar e matricular crianças e adolescentes, na faixa etária compreendida em quatro a 17 anos de idade, que estejam fora da escola.
No encontro com a Unicef, a secretária Vânia Galvão, acompanhada de representantes das coordenações da Cidade Educadora e da Educação Básica, apresentou ações da Semed, projetos pedagógicos, promoção de atividades esportivas e lúdicas e pontuou desafios da educação municipal. Destacou ainda questões socioeconômicas que interferem na inserção e permanência da criança da escola.
Atentas, Verônica Bezerra e Helena Silva se colocaram à disposição do município para potencializar a execução das atividades do Busca Ativa e destacaram a necessidade de articulações da Semed com demais setores que desenvolvem políticas sociais. “O grande desafio é buscar as causas pelas quais as crianças evadem e atuar sobre essas causas”, destacou Verônica Bezerra.
As visitantes se reuniram ainda com membros da Semed e das secretarias municipais de Saúde (Sesa) e de Desenvolvimento Social e Cidadania (Semdesc). A coordenação do programa, em Lauro de Freitas, destacou o evento de lançamento, a campanha de divulgação, o processo de identificação de crianças e adolescentes fora da escola, a partir da plataforma Sábio, onde estão dados referentes à comunidade escolar da rede municipal, bem como ressaltou a formação de parcerias para a execução das ações do programa.
As representantes da Unicef explicaram a metodologia de trabalho do Busca Ativa Escolar. Segundo elas, algumas ações são importantes para o desenvolvimento do trabalho. Formação de parcerias (intersetorialidade); busca de soluções para as causas da evasão escolar; qualificação das equipes, considerando tanto os agentes de desenvolvimento quanto os técnicos verificadores e coesão entre os membros do comitê gestor (coordenação e supervisão) são imprescindíveis para a obtenção de resultados positivos.

ASCOM PMLF/SEMED
12?11/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *