Povos da religião de matriz africana discutem efetividade do sistema de justiça

Compartilhe nas redes sociais:

A 12ª edição do Projeto Orooni, que será realizada neste domingo (17), em Lauro de Freitas, traz autoridades políticas e do judiciário para uma leitura minuciosa das limitações e fragilidades do sistema de justiça apontadas por praticantes da fé africana no Brasil, vítimas cotidianas de atos de violência racial e religiosa.
No ano que tem Xangô como orixá regente, debater a efetividade do sistema de justiça em relação aos adeptos do candomblé tem grande simbolismo. O Orooni Xangô será sediado no Centro de Referência da Cultura Afro-Brasileira, bairro de Portão, a partir das 8h.
Além de Vilson Caetano, babalorixá do Ilê Obá L´Okê, doutor em Antropologia e professor da Ufba, o encontro terá ainda a promotora de justiça Lívia Vaz e o advogado, professor da Uneb e presidente do Instituto Pedra de Raio Sérgio São Bernardo, que dialogarão com os presentes sobre questões ligadas à justiça, a violência e o racismo religioso.
Durante o evento também acontecerá uma Feira dos Empreendedores do Orooni, com venda de artesanato, bijuterias, roupas e acessórios afro. Cerca de 20 expositores negros e negras já confirmaram participação na feira.

Programação:
8h – Credenciamento
9h – Coquetel de abertura
Ato litúrgico: saudação à ancestralidades africanas;
Mesa de saudação: autoridades políticas e sociais
Mesa de abertura: autoridades religiosas
9h50 – Apresentação cultural
Performance: O fogo da justiça, por Dennis Silva
10h – Mesa temática
Palestra: Do rei de Oyó ao general de Palmares: Africanidades; negritude e poder na efetivação da justiça. Pelo babalorixá Vilson Caetano – Associação Obá L’Lokê
Palestra: Por uma justiça afro-brasileira
Por Sérgio São Bernardo e Livia Vaz
11h20 – Roda de diálogo
12h3 – Almoço
14h – Apresentação cultural
14h30 – Continuação da roda de diálogo
15h30 – Encaminhamento das propostas
16h20 – Xirê Xangô
16h50 – Coquetel de encerramento

SERVIÇO:
O que: Orooni Xangô – A efetividade do sistema de justiça
Quando: 17 de novembro
Hora: das 8h às 17h
Onde: Centro de Referência da Cultura Afro-Brasileira, Portão, Lauro de Freitas
Informações: (71) 98527-2948

ASCOM PMLF/SUPIR
14/11/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *