Beneficiárias do Bolsa Família se preparam para ganhar renda extra com venda de ovos de Páscoa

Compartilhe nas redes sociais:

Além dos amantes do chocolate e das grandes marcas que comercializam seus produtos durante a Páscoa, um grupo de onze beneficiárias do Programa Bolsa também aguarda a data com ansiedade. Elas são alunas da oficina para produção de ovos de Páscoa, realizada nesta segunda-feira (9), pela Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas, e pretendem transformar o que estão aprendendo em renda extra para a família, com a comercialização dos desejados produtos feitos com chocolate.
Morjane Monteiro não esconde o amor pelos doces, que há dois anos ajudam a moradora da Itinga a complementar a renda da família. “Trabalho com chocolate, bolos, doces e salgados também, mas meu amor é pelos doces. Vendo na Itinga, e faço propaganda no meu facebook para pegar encomendas de festas. Estou fazendo o curso para me aprimorar e ganhar um dinheiro na Páscoa. É uma terapia também, eu boto uma receita na cabeça e nem lembro mais dos problemas, devia ter mais cursos assim.”
O curso, uma parceria da Prefeitura com o SENAC, também ensina noções de precificação e a escolha dos ingredientes para garantir o retorno financeiro, conforme destaca a professora Mércia Costa. “Além das técnicas para a produção dos ovos trufados e os de colher, que é uma super tendência, também apresentamos diferentes marcas dos ingredientes, para que possam escolher bem e terem uma boa margem de lucro. Tem ovo aqui que vai custar R$ 7, e dependendo do recheio poderá ser vendido por mais de R$ 20.”
Há mais de quinze anos trabalhando com chocolate, a professora ressaltou ainda a importância de deixar espaço para a criatividade das suas alunas. “A intenção não é ensinar a elas uma receita, mas a técnica, porque a partir daí elas podem fazer uma série de coisas. O recheio, por exemplo, eu ensinei o de brigadeiro branco, mas já mostrei que a partir desta técnica elas podem fazer de nozes, nutela, brigadeiro branco, paçoca, entre outras, porque a técnica vai ser sempre a mesma.”
O Projeto Saber Em Ação, uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (SEMDESC) por meio do qual foi realizado o curso, já está em seu terceiro ciclo, e busca dar autonomia financeira aos beneficiários do Bolsa Família. E quando o assunto é garantir um dinheiro extra com a produção de doces e comidas comercializadas em determinados períodos do ano, Iraildes Silva, moradora de Portão, já tem experiência no ramo, mas está aproveitando esta nova oportunidade, e dá dicas de como vender as delícias produzidas na cozinha.
“No São João faço bolos e comidas típicas para vender, e agora vou aprender a fazer os ovos para ganhar um dinheiro antes do mês de junho também. Achei que ia ser um bicho de sete cabeças, mas não está sendo não, estou adorando, porque amo culinária, e temos que aproveitar estas oportunidades. Sempre vendi as comidas de São João, agora vou vender os ovos, primeiro para a família, depois para os amigos e vizinhos, e também para o pessoal da igreja”, ensinou Iraildes, moradora de Portão há 20 anos.

Jornalista Rodrigo Castro
Fotos: Lucas Lins
ASCOM Prefeitura de Lauro de Freitas
09/03/2020
71 3288 8371
www.laurodefreitas.ba.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *