Prefeitura de Lauro de Freitas decreta situação de emergência e suspende funcionamento de shoppings e centros comerciais

Compartilhe nas redes sociais:

A partir deste sábado (21) fica suspenso, por quinze dias, o funcionamento de shoppings centers, centros comerciais, call centers, e estabelecimentos correlatos. As informações constam do decreto nº 4.594, que declara SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA EM LAURO DE FREITAS por conta da pandemia do Coronavírus (COVID-19).

O decreto de situação de emergência, divulgado durante a coletiva, é o quarto publicado pela Prefeitura para fins de prevenção e enfrentamento ao COVID-19, e determina ainda a suspensão das atividades comerciais de restaurantes e barracas de toda orla marítima do município, bem como a circulação de comércio ambulante, além da determinação de que sejam ampliados os serviços de higienização de equipamentos nos terminais de ônibus, e de transbordo do metrô.

O município de Lauro de Freitas, que até esta quinta-feira não tinha nenhum caso confirmado, recebeu nesta tarde o resultado dos exames de duas pessoas cuja contaminação se deu de forma externa, importada. Uma mulher que teria feito uma viagem com alguns membros da família para a Itália, e um homem que participou de uma reunião em Feira de Santana, e manteve contato com uma outra pessoa que estava contaminada.

No primeiro caso a coleta do material para análise foi realizada no Hospital São Rafael. O segundo, no Hospital Aeroporto, ambos com mais de 60 anos de idade. Os dois pacientes já haviam sido orientados para ficarem em quarentena, juntamente com as respectivas famílias.

Durante a coletiva, a prefeita Moema Gramacho ressaltou que, as restrições de funcionamento de estabelecimentos podem aumentar, mas que no momento, fica suspenso o funcionamento de lugares que costumam aglutinar um maior número de pessoas.

Lauro de Freitas apresentou 33 casos notificados com suspeita de contaminação. Destes, 11 aguardam análise laboratorial, e 20 foram descartados. Os 2 confirmados para o Coronavírus, estarão sendo acompanhados pela Vigilância Epidemiológica da Prefeitura de Lauro de Freitas.

“Temos consciência de que este momento é muito difícil para todos nós, compreendemos a gravidade da situação, e que o mais importante é não perdermos vidas e atuarmos intensamente para evitarmos a proliferação do vírus. Este é o quarto decreto que publicamos, e o cumprimento dos mesmos está sendo fiscalizado pela prefeitura. Não vamos medir esforços para resguardar a vida e o bem-estar de todos os moradores de Lauro de Freitas. A nossa gestão e toda a nossa equipe estão imbuídas deste propósito,” declarou a prefeita.

Daniel Assis, coordenador da Vigilância Epidemiológica, explicou como se dá a atuação das equipes. “Em casos suspeitos de contaminação pelo vírus, a vigilância se dirige até a unidade de saúde onde o paciente foi atendido para realizar a coleta do material, que é encaminhado para análise laboratorial no LACEN, em paralelo a isso o paciente já foi orientado pelo médico a permanecer em quarentena. Caso o resultado seja positivo, seguimos acompanhando o paciente, que deve permanecer em quarentena, fazendo uso de máscara cirúrgica. Caso apresente dificuldades em respirar, dores intensas no corpo e fadiga, deve procurar uma unidade de emergência.”

Enquanto permanecer o quadro de pandemia, as cirurgias eletivas seguem suspensas, conforme destacou o secretário municipal de saúde, Vidigal Cafezeiro. “Em função deste quadro atual, suspendemos todas as cirurgias eletivas, e os exames que já estavam agendados em nossas unidades serão remarcados, dessa forma, poderemos acolher o estes pacientes. Assim que o quadro for normalizado, informaremos as novas datas.” O secretário informou ainda que o município dispõe de todos os equipamentos de proteção individual (EPI’S) necessários para este momento, e que os médicos estão orientados a atenderem suspeitas do COVID-19, usando máscara N95, óculos, capa e luvas.

*Mais sobre os decretos*

Além do decreto de emergência publicado nesta quinta-feira (19), que também traz a determinação para secretários municipais e dirigentes de órgãos que integram a gestão, de apresentarem planos de suspensão de atividades não essenciais, e o fechamento de equipamentos públicos como os Estádios Municipais de Itinga e do Centro; Campo da Baixinha do Pouso Alegre; Estação Cidadania; Concha Acústica e Ginásio de Esportes do Centro, a prefeitura apresentou outras restrições em decretos publicados desde a última sexta-feira (13).

De acordo com os decretos anteriores, também seguem suspensas as aulas em escolas e creches das redes público e privada, assim como o funcionamento de academias de ginástica, cinemas, teatros, auditórios, e demais casas de espetáculo; o Restaurante Popular e a Cozinha Comunitária de Itinga, e eventos de qualquer natureza que exijam licença do poder público ou daqueles apoiados ou patrocinados pela gestão municipal também foram suspensos. Além de recomendar que o setor privado faça o mesmo.

A Prefeitura informa ainda que a equipe técnica da Vigilância Epidemiológica visitará as duas pessoas contaminadas para dar orientações e se colocar à disposição para dar todo o suporte necessário , ao tempo em que continuará intensificando todas as ações para prevenir a contaminação de mais pessoas a partir dos dois pacientes contaminados.

Jornalista Rodrigo Castro
Fotos: Lucas Lins
ASCOM Prefeitura de Lauro de Freitas
19/03/2020
71 3288 8371
www.laurodefreitas.ba.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *