lauro de freitasnotíciaspolítica

Comércio fechado, praias e ruas vazias marcam segundo dia de restrição dos serviços não essenciais em Lauro de Freitas

0

Praias e ruas vazias e apenas os estabelecimentos comerciais essenciais funcionando. Esse foi o cenário de Lauro de Freitas no segundo dia de restrição das atividades não essenciais. Desde as 17h desta sexta-feira (26), quando o decreto entrou em vigor, a equipe da Prefeitura, o PROCON Municipal e a Polícia Militar ampliaram a Força Tarefa e estão atuando em todas as localidades do município para garantir o cumprimento do decreto e fazer com os números de contágio pela COVID-19 sejam controlados.
Atuando na área litorânea, servidores das secretarias de Desenvolvimento Urbano e Sustentável, Serviços Públicos e Segurança Municipal percorreram as praias apenas com a finalidade de orientar uma vez que não foi encontrada nenhuma infração. Os acessos às praias de Vilas do Atlântico, Buraquinho e Ipitanga foram todos bloqueados.
Moradora de Vilas do Atlântico, Luciana Rodrigues confessou que diante do cenário grave da pandemia o bloqueio às praias deveria ser feito todos os dias. Além dos moradores, era permitido o acesso de veículos de aplicativo, porém com registro realizado pela Secretaria de Trânsito, Transporte e Ordem Pública (Settop). Ao retornar o motorista deve sinalizar o agente para que ao final do dia não seja realizada notificação do veículo.
Outra parte da equipe composta por servidores do PROCON Municipal, Polícia Militar e das secretarias de Saúde, Meio Ambiente e Recursos Hídricos ficou responsável por fiscalizar o comércio. De acordo com Breno Mauro, diretor da fiscalização do PROCON, a principal preocupação em relação ao comércio é a venda de bebidas alcoólicas, mas que está sendo respeitada pelos estabelecimentos. Cinco bares em Portão e três no Parque São Paulo foram fechados mas sem a necessidade de notificação.
Proprietário de um supermercado em Itinga, Luciano Moreira falou do quanto vale a pena o sacrifício por parte dos comerciantes de não vender bebidas alcoólicas. “Temos que fazer o possível para conter o avanço dessa doença horrível. Estamos numa fase em que não temos outra saída. Pedir a Deus para que logo.passe”.
A fiscalização vai continuar até as 5h da segunda-feira de acordo com a vigência do decreto que autoriza apenas o funcionamento de atividades essenciais em Lauro de Freitas. Caso presencie alguma infração no cumprimento do decreto, o munícipe pode entrar em contato com o CIMU – Centro Integrado de Mobilidade Urbana e realizar a denúncia. O órgão funciona em plantão de 24h atende pelos números (71) 3369-3710 ou 156 e pelo WhatsApp98153-4034.Jornalista Mariana Cedrim
Fotos Rafa Magno
ASCOM/PMLF
27/02/2021
Tel.: 3288 8371

Prefeitura inicia pavimentação asfáltica de mais duas ruas em Portão

Artigo anterior

Rare Photos Of Albert Einstein That You’ve Probably Never Seen Before

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *