lauro de freitasnotíciaspolítica

“O ideal seria que todos os candidatos realmente morassem na cidade há mais tempo”, diz Moema Gramacho em debate

0

A candidata à reeleição para a Prefeitura de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, criticou a falta de vivência e conhecimento da realidade diária de Lauro de Freitas entre os prefeituráveis, em debate realizado na noite de ontem (30). “Se conhecessem melhor a realidade no nosso município não prometeriam realizar obras que já estão em execução no nosso município e ações já implementadas, como as obras de esgotamento sanitário e a de macrodrenagem, além da educação em tempo integral, já praticada em Lauro”, afirmou Gramacho. Ela revelou que esse também foi o viés seguido para a escolha do seu vice. “Servidor público concursado, médico em Lauro de Freitas há mais de 30 anos, Dr Vidigal vai governar junto comigo pelo povo e com o amor que temos por essa cidade”, ponderou.

Moema iniciou sua participação parabenizando os servidores da Asprolf pela iniciativa de realizar o debate e falou sobre duas grandes obras que estão em execução na cidade, fruto da parceria com o Governo do Estado. “A obra de esgotamento sanitário vai oferecer cobertura a toda a cidade. Temos a estação elevatória mãe já construída, em frente ao Restaurante Popular, e o duto, estrutura subterrânea parte do sistema, que também já foi construído junto com as obras do metrô. Em breve toda a cidade estará saneada”, informou. A outra obra é a macrodrenagem, 50% já concluída, a maior já realizada no Nordeste brasileiro, de acordo com a Moema. “Além do desassoreamento do Rio Ipitanga, realizando o alargamento, a obra conta com a construção de seis praças, que em períodos de chuvas servem como reservatórios de capitação de água, para acabar com os alagamentos da nossa cidade”, destacou.

Sobre a pavimentação da cidade, Moema alertou que “a prefeitura está asfaltando ruas e já tampou todos os buracos provenientes das chuvas incessantes dos últimos meses. Em 2020 choveu em oito meses o volume que estava previsto para um ano”, declarou.

Em relação à saúde, a candidata à reeleição falou sobre a cobertura da rede pública atual e ressaltou a postura adotada em sua gestão diante da pandemia do Coronavírus. “Nós temos hoje a cobertura de 80% da atenção básica e nos próximos meses vamos atingir 100%. Em relação à Covid-19, nós estamos fazendo o enfretamento da pandemia e ganhamos inclusive um prêmio das cidades próximas às capitais com menores números de mortes”, disse.

Educação
Sobre educação, Moema lembrou que o município atingiu o índice de 4.9 do IDEB, superando inclusive a média do Estado e falou sobre os desafios do ensino público na pandemia. “Ter hoje mais de 28 mil alunos na rede pública e conseguir trabalhar durante a pandemia com o ensino de forma remota, significa um respeito aos alunos e aos pais do nosso município”, disse.

Quando questionada sobre como vai ampliar a oferta do ensino em tempo integral, Moema afirmou que vai utilizar todas as estruturas públicas já existentes. “São mais de 60 equipamentos na cidade, a exemplo da PEC 3000, a Praça da Cidadania, que possui teatro, quadra poliesportiva, pista de skate, Cras, biblioteca, para conciliar as aulas tradicionais com a prática de esporte, cultura e lazer, no turno oposto. Vamos utilizar também a piscina semi-olímpica, construída em nossa gestão, ginásios e todos os espaços disponíveis nas nossas praças para que o aluno tenha educação em tempo integral, com almoço nas escolas produzidos nas cozinhas que estamos construindo”, elencou Gramacho.

A disponibilização de creches públicas também foi o alvo das perguntas. Moema lembrou que em 2005, em sua primeira gestão, implementou a primeira creche pública do município. “Seguimos ampliando essa rede, ao longo dos anos, e só neste último mandato construímos mais três novas unidades. Também tivemos todo o cuidado em trabalhar a educação especial, inclusiva. Atualmente temos mais de 700 cuidadores, profissionais que ficam nas escolas cuidando das nossas crianças e jovens portadoras de deficiência. Temos além disso, 11 novas salas multifuncionais, para trabalhar a questão da inclusão social”.

Moema destacou que conseguiu regatar recursos do Fundef, que já está sendo utilizado para ampliar as ações na educação. “Estamos com licitação para construção de dois complexos escolares, sendo um deles no Quingoma, onde teremos creche, escola, área esportiva e um museu, para resgatar a identidade do nosso povo. Também estamos concluindo a licitação de reformas das escolas para colocação de ar-condicionado nas salas de aula e vamos construir mais creches, em locais estratégicos apontados pela população no nosso Plano de Governo Participativo. Estamos adquirindo os tabletes para que os alunos possam ter educação remota. E quanto aos profissionais, vamos continuar valorizando os nossos educadores e mantendo os pisos salarias, como fazemos com todos os servidores públicos”, finalizou Gramacho.

Além de Moema, outros três dos seis candidatos convidados participaram do debate: Marcello Santana (MDB), Mauro Cardim (PTB) e Mirela Macedo (PSD). Felipe Manassés (Pros) e Teobaldo Costa (DEM) optaram por não participar. O primeiro disse que não aceitou o convite por orientação do partido e o segundo tinha presença confirmada, mas desistiu. O primeiro debate com prefeituráveis no município teve transmissão online ao vivo e foi realizado pelo Asprolf – Sindicato dos Trabalhadores da Rede Pública Municipal.

Rosalvo participa de encontro com lideranças no Caji Caixa D’água com a presença da Prefeita Moema Gramacho

Artigo anterior

“A nossa força vem das ruas”, diz Moema Gramacho em carreata

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *