0
245

Prefeitura já climatizou mais de 40% das escolas da rede municipal em Lauro de Freitas“Tinha gente que antes sofria com o calor. Não há mais esse incômodo. Veio para ajudar a gente. Só agradecer à Prefeitura, que resolveu essa questão para nós”. A declaração do jovem José Vitor, de 14 anos e aluno do 9º ano da Escola Municipal Itamar Rodrigues de Oliveira, reflete no quão benéfico foi a instalação dos equipamentos de ar-condicionado nas unidades públicas da rede de ensino. Sobre a avaliação, José foi objetivo: “Minha nota é 10. Não sinto mais calor e para mim isso é ótimo”, completou descontraído.Das 52 unidades de ensino de Lauro de Freitas, a Secretaria Municipal de Educação (SEMED) já instalou ar-condicionado em 20 escolas, garantindo um ambiente mais propício às condições de trabalho e ao aprendizado. Outras três já estão prontas para receber os equipamentos: escolas municipais Eurides Sant’anna, Dois de Julho e Ipitanga. Para que isso fosse possível, a Prefeitura implantou o sistema de energia solar, com 11 usinas fotovoltaicas, o que ajuda na redução de custos. De acordo com a secretária de Educação do município, Vânia Galvão, “é fundamental reconhecer a importância da climatização das salas de aula para o bem-estar e desempenho tanto dos alunos, quanto dos professores. Das 52 escolas previstas para essa etapa, 20 já foram concluídas, enquanto três estão em fase de preparação. Estamos comprometidos em finalizar a climatização em todas as unidades de ensino e a próxima a receber esse benefício será a Escola Municipal Eurides Sant’Anna, em Itinga. A climatização não apenas melhora o conforto térmico, mas também contribui significativamente para a qualidade do ensino.”De acordo com o levantamento feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 70% das escolas públicas brasileiras não são climatizadas. O órgão é responsável pelo Censo Escolar de 2022. Dentro desse contexto, Lauro de Freitas se destaca nacionalmente, com 40% das escolas públicas municipais totalmente climatizadas. Os alunos da Escola Municipal Jacira Mendes, no Parque São Paulo, também aprovaram a instalação dos equipamentos. Estou conseguindo desenvolver melhor as atividades na sala de aula. Eu gostei muito do ar na sala de aula”, pontuou o estudante Ícaro Lima. Para Maria Clara do 5º ano, a novidade surpreendeu os pais, que elogiaram a iniciativa. “Está melhor do que antes, quando era apenas um ventilador na sala de aula e agora temos ar-condicionado. Quando fica frio a professora pede para diminuir. Meus pais gostaram quando eu contei que minha sala já estava climatizada”, revelou a jovem. O gestor da unidade, Boni Guimarães, analisou o desempenho de professores e alunos após a climatização. “É uma mudança total na escola. Vivíamos em um ambiente muito quente, mas esse ano a própria dinâmica da escola mudou. Os professores comentam, percebemos no andamento dos trabalhos que o fato de estar climatizado tem deixado os meninos mais calmos. E com certeza essa agitação menor tem ajudado eles na aprendizagem e no desenvolvimento na sala de aula”, completou. Em outra escola, a Municipal Tenente Gustavo, em Capelão, a professora multidisciplinar Vânia Rodrigues, comentou sobre a novidade. “A sala de aula após a instalação do ar ficou bem melhor, fez com que os alunos não ficassem mais tão inquietos. Tenho conseguido fazer aulas tranquilas, menos enérgica e de qualidade. Diminuiu bastante o calor e a agonia”, ponderou.Na Escola Municipal Amauri Montalvão, o gestor Bruno Cheto classificou como assertiva a decisão da Prefeitura. “É um acerto grande da Prefeitura de Lauro de Freitas. Disponibilizar essa estrutura, juntamente com a colocação do ar-condicionado em todas as salas. É um conforto para os alunos, que conseguem ter um rendimento melhor em aprender e captar o assunto, assim como é para os professores, que têm um ambiente climatizado. É uma iniciativa ótima colocar o ar nas salas de aula”. O jovem Cauã Silva, de 14 anos, seguiu o professor. “O calor diminuiu muito mesmo. Mudou para melhor. Estou conseguindo desenvolver bem as atividades. Agora sim a gente pode ficar dentro da sala”, disse. 
ESCOLAS JÁ CLIMATIZADAS: 1 – ESCOLA MUNICIPAL PEDRO PARANHOS2 – ESCOLA MUNICIPAL JARDIM TALISMÃ3 – ESCOLA MUNICIPAL ENOCK AMARAL4 – ESCOLA MUNICIPAL DOM AVELAR BRANDÃO VILELA5 – CENTRO EDUCACIONAL MUNICIPAL FENIX6 – ESCOLA MUNICIPAL DA VILA PRAIANA7 – ESCOLA MUNICIPAL JACIRA FERNANDES MENDES8 – ESCOLA MUNICIPAL TENENTE GUSTAVO DOS SANTOS9 – ESCOLA MUNICIPAL DE VIDA NOVA10 – ESCOLA MUNICIPAL SONIA MARIA PEREIRA DO NASCIMENTO11 – ESCOLA MUNICIPAL VEREADOR JOSÉ RAMOS12 – ESCOLA MUNICIPAL VOVÓ CIÇA13 – ESCOLA MUNICIPAL JOVINA MOREIRA ROSA14 – ESCOLA MUNICIPAL CATARINA DE SENA 15 – ESCOLA MUNICIPAL ITAMAR OLIVEIRA RODRIGUES16 – ESCOLA MUNICIPAL MERCEDES DO ESPÍRITO SANTO 17 – ESCOLA MUNICIPAL CAPITULINO SANTOS18 – ESCOLA MUNICIPAL LAGOA DOS PATOS19 – ESCOLA MUNICIPAL SOLANGE COELHO20 – ESCOLA MUNICIPAL AMAURI SIQUEIRA MONTALVÃO


Texto – Neison CerqueiraFoto –  Lucas LinsSUPCOM PMLF – Superintendência de Comunicação de Lauro de Freitaswww.laurodefreitas.ba.gov.br

Aladim Locutor

Leave a reply