Caged aponta que Lauro de Freitas encerrou 2023 com crescimento no mercado de trabalho

0
37

 

O município de Lauro de Freitas encerrou o ano de 2023 com resultados positivos no mercado de trabalho, registrando um saldo de 10.711 novos postos, conforme dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Essa marca representa um crescimento significativo em comparação com os últimos quatro anos, superando os saldos de 2022 (6.813), 2021 (5.323) e 2020 (932).

Entre os municípios do Estado da Bahia, Lauro de Freitas se destaca na 2ª posição, ficando atrás apenas de Salvador, que contabilizou 18.098 novos postos de trabalho. Em escala nacional, Lauro de Freitas figura na 15ª posição entre todos os municípios do Brasil. Na Região Nordeste, o município ocupa a 5ª posição, seguindo atrás das capitais Fortaleza (28.221), Recife (21.124), Salvador (18.098) e Maceió (13.561).

Dos 10.711 postos de trabalho acumulados ao longo de 2023 (de janeiro a dezembro), o setor de Serviços desponta como o mais expressivo, acumulando um saldo de 8.335 novos postos, seguido pela Construção, com 1.378 postos, e pelo Comércio, com 1.020 postos. Em relação ao estoque, que representa a quantidade total de vínculos celetistas ativos, Lauro de Freitas totalizou 126.348 vínculos celetistas até dezembro de 2023, refletindo a dinâmica e o crescimento do mercado de trabalho no município.

Segundo Uilson Souza, secretário Municipal de Trabalho (Setrel), a quantidade de postos de trabalho gerados no município é superior à população economicamente ativa. “Temos 203 mil habitantes e mais de 126 mil postos de trabalho. Isso é resultado do crescimento da economia brasileira no último ano e das ações do município que incentivam a atração de empresas, a melhoria do ambiente de captação e intermediação de vagas, além da qualificação profissional”, aponta.

Ainda de acordo com o secretário, Lauro de Freitas é uma das raras cidades da Bahia e do Nordeste que desenvolvem políticas de geração de trabalho, emprego e renda. “Somos a cidade que mais emprega na Bahia, ficando atrás apenas de Salvador. Se o município não tivesse essa relação de conurbação com a capital e cidades vizinhas, Lauro de Freitas seria uma cidade com pleno emprego”, finalizou.

 

Texto – Laerte Santana

Foto – Rafael Magno

SUPCOM PMLF – Superintendência de Comunicação de Lauro de Freitas

www.laurodefreitas.ba.gov.br

Aladim Locutor

Leave a reply