Caso Givanildo: Vice-prefeito de Lauro de Freitas reúne órgãos competentes para acompanhamento do caso.

0
282

Na tarde desta quarta-feira (15), aconteceu no Centro Administrativo de Lauro de Freitas uma reunião com a Delegada responsável pela 34ª Circunscrição Policial, o Juiz da Vara de Execuções Penais da Comarca de Lauro de Freitas, a Procuradora Municipal responsável pelo Núcleo de Acompanhamento das demandas oriundas do Ministério Público, representante da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania, e familiares do Sr. Givanildo Lino da Silva, morto após uma ação policial no sábado (11), em Portão.

A reunião foi conduzida pelo vice-prefeito de Lauro de Freitas, Dr. Vidigal Cafezeiro para que todos pudessem ouvir a versão da família de Givanildo, que afirma que ele foi confundido com criminosos e que policiais militares chegaram no local atirando.

A gestão municipal, desde que tomou conhecimento do caso, têm prestado suporte a família e dialogado com os órgãos competentes para que o caso seja investigado afim de identificar os culpados pela morte do marceneiro para que se apliquem as punições previstas na Lei.

Versão da Polícia Militar
A versão da Polícia Militar é que durante rondas feitas na localidade conhecida como Vila Nova de Portão no Pé Preto, no bairro de Portão, homens armados foram avistados e houve um confronto. E quando a troca de tiros terminou, os militares encontraram Givanildo Silva caído no chão, prestaram socorro para o Hospital Menandro de Faria, onde Givanildo veio à óbito.


Assessoria de Comunicação – Dr. Vidigal Cafezeiro

Aladim Locutor

Leave a reply