Escrituras de imóveis são entregues a 84 famílias em Lauro de Freitas

0
34

O sonho de ter a escritura de sua casa se tornou realidade para 84 famílias que residem no Aracuí, em Lauro de Freitas. Eles receberam gratuitamente o título que atesta juridicamente a posse do imóvel  nesta quinta-feira (21), no Ginásio de Esportes. A iniciativa faz parte do Programa de Regularização Fundiária (REURB), promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SEDUR).

Dona Alice Oliveira, de 87 anos, não escondia a emoção em finalmente possuir oficialmente sua residência. “Eu moro no Aracuí há mais de 50 anos e aqui criei meus filhos. Hoje ter nas minhas mãos a confirmação jurídica de que essa casa realmente é minha é uma vitória”, disse. A aposentada é irmã de dona Arcanja, já falecida e que ajudou no desenvolvimento da localidade. “Minha irmã infelizmente morreu sem poder gozar disso, mas estou aqui também por ela”, falou.

De acordo com a prefeita, Moema Gramacho, a meta é alcançar mais 2.800 residências de Lauro de Freitas. “Nós sabemos a importância dessas pessoas saírem daqui com seus imóveis regularizados. Agora elas poderão vender de maneira financiada ou até realizar a partilha entre os seus entes. E nós queremos que esse benefício chegue até mais pessoas. Nós já entregamos a escritura nas localidades de Jardim Metrópole, Pouso Alegre e Leila Diniz e vamos avançar ainda mais”, falou.

O secretário da SEDUR, Antônio Rosalvo Neto, explica que para acessar o programa é necessário integrar os requisitos sociais. “Existe um teto máximo de renda familiar e o imóvel não pode ser maior que 250 m². Os interessados podem procurar a sede da SEDUR, localizada no Centro Administrativo (CALF) e saber se tem o perfil para aderir ao REURB”, informou.

Após a aprovação do cadastro, os imóveis recebem a visita de técnicos da SEDUR para fazer o levantamento topográfico, cadastramento das famílias, elaboração das peças técnicas e plantas. “Essa modalidade é denominada REURB S ou REURB Social, trata-se da Regularização Fundiária para locais urbanos ocupados pela população de baixa renda”, completa a coordenadora do Setor de Habitação, Alana Freire.

Texto – Giovanna Reyner
Foto – Wandaick Costa
SUPCOM PMLF – Superintendência de Comunicação de Lauro de Freitas
www.laurodefreitas.ba.gov.br

Aladim Locutor

Deixe uma resposta