Hospital Metropolitano realiza sua primeira captação de múltiplos órgãos

0
204


O Hospital Metropolitano realizou nesta sexta-feira (4) a sua primeira captação de múltiplos órgãos. A doação foi feita pela família de um paciente de 49 anos vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC) Isquêmico. Foram captados córneas, válvulas cardíacas, rins e fígado. A doação poderá beneficiar até cinco pessoas que aguardam para realizar transplante.

De acordo com dados da Coordenação Estadual de Transplantes, atualmente cerca de 40% das famílias autorizam a doação de órgãos. O coordenador do Sistema Estadual de Transplante, Eraldo Moura, aponta que esse número já foi menor, de cerca de 30%. “O treinamento de equipes na abordagem, além da conscientização das famílias tem contribuído para aumentar esse índice”, afirma.

De acordo com a o diretor do Hospital Metropolitano, Luís Eduardo Moura, a ação assertiva do CIHDOTT (Comissão Intra-Hospitalar para Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante) foi essencial para a efetivação da doação. “A participação das equipes do Serviço Social e da Psicologia do Hospital Metropolitano foi bastante ativa”, comentou.

Para ser realizada a captação foram respeitas todas as etapas do processo de doação. Foi iniciado com a identificação do potencial doador na unidade hospitalar. Após criteriosa etapa de exames e avaliações foi efetuado o diagnóstico de morte encefálica. Confirmada a morte encefálica, os familiares foram informados sobre o óbito do paciente e uma equipe especializada e treinada, prestou apoio emocional à família e ofereceu a possibilidade de doação de órgãos e tecidos. Com o consentimento familiar procedeu-se a retirada dos órgãos doados.

Aladim Locutor

Leave a reply