Padroeiro dos pescadores e dos animais, São Francisco de Assis leva fiéis e devotos às ruas de Lauro de Freitas

0
238

Cumprindo uma tradição de mais de 70 anos, fiéis e devotos acompanharam a saída da imagem de São Francisco de Assis do Terreiro São Jorge Filho da Gomeia, padroeiro da Colônia de Pescadores de Buraquinho, na manhã deste domingo (22), no bairro de Portão. O andor carregado por marisqueiras, pescadores e filhos do terreiro seguiu em caminhada pelas ruas do bairro até ser embarcada no Rio Joanes, nas proximidades do Terminal Turístico Mãe Mirinha de Portão. De lá, a Barqueata partiu em direção à Praia do Buraquinho. Nas ruas, moradores se juntaram ao cortejo, ao som da fanfarra, fazendo uma linda festa até o destino final.Para o presidente da colônia e organizador, Anderson de Assis, o momento é especial e único. “É uma festa que tem décadas. A gente reúne pescadores e marisqueiras para fazer essa procissão bonita com o santo, que é o nosso protetor. Pegamos os caminhos que são tradicionais e seguimos. É uma festa que todo mundo apoia, acompanha e participa. É um marco!”, contou o pescador. André Pereira, secretário de Cultura e Turismo de Lauro de Freitas (SECULT), a data festiva é de suma importância pelo que ela significa para os munícipes. “É a nossa tradição cultural mais antiga na cidade, é a festa mais longeva e estamos aqui para garantir que siga acontecendo. Num domingo de sol, essa multidão. A gente vê um clima bom, com o povo referenciando nosso santo dos pescadores e também podendo comemorar com nossos amigos e irmãos”, declarou o titular da pasta. O secretário também agradeceu à gestão da prefeita Moema Gramacho por oportunizar que o evento acontecesse pós-pandemia, mesmo com as dificuldades enfrentadas no município na época. “Nada seria possível sem a prefeita Moema Gramacho. Mesmo no momento de pandemia, de dificuldades financeiras, ela nunca deixou de fazer o esforço para que essa tradição continuasse e se perpetuasse. Então, parabéns à gestão pelo entendimento e compreensão que tem desse evento, do significado que tem para pescadores e marisqueiras. É um momento especial e que vamos fazer de tudo para garantir”, completou André. A professora, historiadora e pesquisadora, Geo Trinchão, filha do terreiro Jorge da Gomeia, reforça a importância dessa data, que é tão especial. “Acompanho a festa há seis anos e percebo o quanto os pescadores lutam, tem a devoção de homenagear São Francisco de Assis. É uma data que os pescadores têm e essa festa é deles”, enalteceu. 
Texto – Neison CerqueiraFoto – Lucas LinsSUPCOM PMLF – Superintendência de Comunicação de Lauro de Freitaswww.laurodefreitas.ba.gov.brTEL.: (71) 3288-8371

Aladim Locutor

Leave a reply