Feira Março Mulher oferece mais de 21 mil atendimentos de saúde e cidadania em Salvador

0
207

Soteropolitanas têm acesso a mais de 21 mil atendimentos, entre consultas, exames e emissão de documentos disponibilizados na Feira Março Mulher, realizada no estacionamento externo da Arena Fonte Nova, até sábado (11). Na manhã desta quarta-feira (8), o governador Jerônimo Rodrigues, acompanhado da primeira-dama Tatiana Velloso, participou da abertura do evento, que integra um calendário de ações de promoção e valorização da mulher executado pelo Governo do Estado ao longo do mês de março. A iniciativa é promovida pela Secretaria da Saúde (Sesab), em parceria com as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA).

“A Feira Março Mulher faz parte de uma campanha para que as mulheres possam cuidar da saúde. Com esse objetivo, também vamos compor parcerias com as prefeituras municipais e com o governo federal para realizar grandes mutirões que possam atender demandas de saúde reprimidas ao longo da pandemia. Além disso, aqui são oferecidos serviços de cidadania e ações de combate à violência contra a mulher”, declarou Jerônimo Rodrigues.

Durante os quatro dias de Feira, o Hospital da Mulher disponibiliza atendimentos médicos nas especialidades de mastologia, ginecologia e nutrição. As mulheres que comparecerem podem realizar consultas com cirurgião geral e realizar exames, como preventivo; ultrassonografia (mama, transvaginal, abdômen total, tireoide, vias urinárias, próstata via abdominal e partes moles); eletrocardiograma; raio-x; mamografia em mulheres de 50 a 69 sem indicação médica; exames laboratoriais e testes rápidos para ISTs (HIV, Sífilis e Hepatite). Para acessar os atendimentos é necessário levar RG, cartão do SUS e requisição médica, para o caso de ultrassonografia.

A secretária estadual da Saúde, Roberta Santana, convocou as mulheres para participarem da iniciativa. “Essa feira é para todas, venham. Aqui estamos oferecendo diversos serviços essenciais, procedimentos e consultas. Fiquem atentas aos exames de rotina, importantes para diagnósticos precoces e preventivos. Quem vier terá ainda orientações de saúde e nutricional e poderá atualizar a carteira de vacinação”.

As mulheres terão acesso também a procedimentos odontológicos com tratamento de canal, restaurações e reconstruções dentárias, cirurgias da cavidade bucal, extrações, aplicação de flúor, tratamento de doenças da gengiva, limpeza e retirada de placa bacteriana. Ainda estão disponíveis consultas e exames oftalmológicos com distribuição de óculos para o público a partir dos sete anos; rastreamento para cirurgia de catarata de mulheres acima de 60 anos; e capsulotomia por Yag Laser, um tipo de procedimento que remove opacidades da cápsula posterior do cristalino.

A professora Maria de Almeida estava há mais de dois meses precisando agendar uma mamografia. “Cheguei cedo e foi tudo muito rápido, é uma oportunidade muito afortunada. Fiz o exame que precisava fazer, agora vou aproveitar para fazer uma carteira de identidade nova. Eventos como esse fazem toda a diferença porque facilitam e agilizam serviços que são essenciais para as mulheres”, disse.

Serviços de Cidadania

Além da oferta dos serviços de saúde, serão oferecidos serviços de cidadania como a emissão da primeira e segunda via de carteira de identidade, de forma totalmente gratuita, inscrição no CPF e emissão de antecedentes criminais. A ação proporcionará para as mulheres o cadastramento e/ou atualização dos dados pessoais e profissionais do trabalhador no Sistema Intermediação de Mão de Obra (IMO), viabilizando o acesso à intermediação de mão de obra e demais serviços do Serviço Estadual de Intermediação para o Trabalho (Sine).

Empoderamento financeiro e educação

Ainda na Feira Março Mulher, foi montado um espaço voltado para o fortalecimento econômico de empreendedoras negras e indígenas, com a realização da Feira de Empreendimentos que conta com a presença de 20 expositoras, através da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial e dos Povos e Comunidades Tradicionais (Sepromi). Na perspectiva do combate ao racismo, são oferecidos serviços de orientação e momentos de diálogo sobre os impactos do racismo na saúde de mulheres negras e indígenas.

A Secretaria da Educação do Estado também participa da Feira Março Mulher com a divulgação de vários programas e cursos técnicos que trarão grandes oportunidades para as mulheres, entre eles o Programa de Certificação CPA Digital, que possibilita o atendimento de adolescentes, jovens, adultos e idosos, a partir de 15 anos, para o Ensino Fundamental, e 18 anos, para o Ensino Médio, aumentando o nível da escolaridade da população baiana.

Feira de Agricultura Familiar

A Vila da Agricultura Familiar, também montada no evento na Fonte Nova, é uma feira organizada pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) com o objetivo de apresentar e comercializar os produtos dos agricultores e agricultoras familiares da Bahia.

Acompanharam o governador durante a abertura do evento o vice-governador, Geraldo Júnior, e os secretários Davidson Magalhães (Setre), Bruno Monteiro (Secult), Adélia Pinheiro (SEC), Maurício Bacelar (Setur-BA), Osni Cardoso (SDR), Ângela Guimarães (Sepromi) e Elisangela Araújo (SPM).

Repórter: Tácio Santos/GOVBA

Fotos Antônio Queirós GOVBA

Aladim Locutor

Leave a reply