Fórum apresenta propostas de políticas públicas para educação inclusiva de pessoas com deficiência em Lauro de Freitas

0
34

 

A formação continuada de professores em educação especial inclusiva, a ampliação do número de salas com recursos multifuncionais, a construção de um centro de apoio psicopedagógico, assim como o respeito à construção identitária de cada aluno em sala de aula, com suas especificidades. Essas foram algumas das dezenas de propostas de políticas públicas apresentadas durante o VII Fórum Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, realizado nesta terça (19) e quarta-feira (20) em Lauro de Freitas.

Com o tema “Políticas públicas para a educação inclusiva em Lauro de Freitas”, o evento é realizado pelo Movimento de Luta das Pessoas com Deficiência e Idosas (MLPcDI), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SEMED), Conselho Municipal de Educação e Câmara de Educação Especial. As propostas formuladas têm como base o reconhecimento da diferença como característica inerente ao ser humano e o compromisso com a afirmação dos direitos dos PCDs.

Durante a abertura do fórum, realizada na Faculdade Unime, que contou com a participação de representantes de segmentos da sociedade civil e dos poderes Legislativo e Executivo, a presidente do MLPcDI, Josy Luz, ressaltou a importância do evento, não só para apresentação de políticas públicas que ampliem os direitos das PCDs, mas também para o reconhecimento das conquistas, fruto da parceria do movimento com a Prefeitura e com a sociedade como um todo.

“O fórum é um momento muito importante para nós, pois daqui sairão propostas de políticas públicas, formuladas coletivamente, com o envolvimento de diversos educadores, setores da sociedade e dos poderes legislativo e executivo, visando incluir a todos e todas sem nenhuma discriminação, e a cada um, com suas diferenças, oferecendo oportunidades iguais para que todos possam desenvolver suas potencialidades e contribuírem para o seu desenvolvimento pessoal e o da sociedade em que estão inseridos”, ressaltou a presidente do MLPcDI.

Os avanços ocorridos no últimos anos em Lauro de Freitas, no que diz respeito à ampliação dos direitos das PCDs, especialmente na inclusão por meio da garantia da educação a este público, foram ressaltados pela prefeita Moema Gramacho. A gestora reconheceu que ainda é preciso avançar em vários aspectos, no entanto, lembrou que nos últimos quatro anos, o número de PCDs matriculados na rede municipal de ensino mais do que dobrou, resultado de políticas públicas voltadas para este público.

“O fórum é muito rico em diversos aspectos, pois apresenta propostas elaboradas de forma coletiva, a partir da vivência e experiência de cada um que participa, o que abre possibilidade para elaborarmos políticas cada vez melhores. Já avançamos muito nos últimos anos, com a implementação de salas com recursos multifuncionais e o aumento considerável de PCDs matriculados em nossa rede, que hoje já são mais de 800, mas certamente ainda temos muito que evoluir”, ressaltou a gestora.

A prefeita informou ainda que a gestão, em parceria com o Governo do Estado, está preparando licitação para que todos os ônibus que circulam no município, sejam dotados de equipamentos que garantam a acessibilidade das PCDs. Segundo ela, a educação pode ajudar a mudar a atitude da sociedade diante das pessoas com deficiência, para que o potencial delas possa ser aproveitado, cabendo ao poder público e a sociedade civil, a criação de condições e oportunidades para isso.

Jornalista: Rodrigo Castro
Foto: Danilo Magalhães
20/04/2022
————————————-
SUPCOM PMLF – Superintendência de Comunicação de Lauro de Freitas
www.laurodefreitas.ba.gov.br
TEL.: (71) 3288-8371
Isabela Rocha – Coordenadora de Jornalismo
Mara Campos – Superintendente de Comunicação

Aladim Locutor

Deixe uma resposta