Rede de atenção ao Programa Acolhe em Lauro de Freitas começa a ser definida

0
28

A rede de proteção que atuará no suporte às mulheres vítimas de violência doméstica que serão assistidas pelo Programa Acolhe em Lauro de Freitas começou a ser desenhada. Na tarde desta terça-feira (19), representantes da sociedade civil e órgãos governamentais se reuniram no Centro de Referência Lélia Gonzáles (CRAM) para organizar as estratégias de atendimento com base no fluxograma de equipamentos que estarão interligados para atender mães e seus filhos, e direcioná-los para os abrigos temporários. A iniciativa marca também a abertura das comemorações pelos 16 anos do CRAM.

A secretária de Política para Mulheres, Juçara Neves, explica que o Programa Acolhe é uma iniciativa do Instituto Avon, INDES com termo de adesão assinado pela SPM Bahia que ofertará acolhimento temporário a mulheres vítimas de violência em hotéis pelo período de 15 dias. “Essas mulheres receberão auxílio psicológico, social e de saúde. Esse programa é mais um reforço no enfrentamento a violência de gênero e irá amparar essas mulheres e suas crianças em segurança”, falou.

A coordenadora do CRAM, Sulle Nascimento, conta que dois atendimentos já foram realizados pelo Programa. “Nós já acolhemos duas mulheres e seus filhos. Estamos hoje em busca da ampliação dessa rede. Aqui temos representantes das três delegacias da cidade, da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania com os CRAS, Educação, Saúde com ambulatórios de atendimento à mulher, ou seja, estamos desenhando todos os serviços de porta de entrada e para dar suporte a essas vítimas”, falou

A reunião contou com a participação virtual da coordenadora do Programa Acolhe, Claudia Abdias. Ela explicou alguns critérios fundamentais para atender as mulheres, como não estar sendo perseguida pelo agressor, não ter outra possibilidade de acolhimento, não estar em quadro de transtorno mental grave. “O Programa irá inserir a mulher na rede de serviços e dará continuidade ao atendimento disponibilizando condições necessárias para oferta de proteção”, falou.

Jornalista: Giovanna Reyner
Foto: Wandaick Costa

19/04/2022

www.laurodefreitas.ba.gov.br
TEL.: (71) 3288-8371
Isabela Rocha – Coordenadora de Jornalismo
Mara Campos – Superintendente de Comunicação

Aladim Locutor

Deixe uma resposta