No Dia Nacional da Doação de Órgãos, Bahia celebra a retomada de transplantes cardíacos 

0
67

HAN e o Hospital Universitário Professor Edgard Santos (Hupes).  

Além deles, integram a rede os hospitais filantrópicos Martagão Gesteira, em Salvador, e Dom Pedro de Alcântara, em Feira de Santana, e os privados Instituto Brandão de Reabilitação (IBR), de Vitória da Conquista, e Hospital Português, na capital. Para esclarecer dúvidas sobre como se tornar um doador, o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) estabeleceu um balcão de informações, que estará disponível até a próxima sexta-feira (29). 

Joabe Carneiro, médico transplantador e coordenador do serviço de urologia do Hospital do Homem, destacou os principais requisitos para ser um doador em vida e como autorizar a doação de órgãos após a morte. “Ser um doador em vida requer compatibilidade e um procedimento cirúrgico específico, que pode salvar vidas. Já a autorização para doação após a morte é um gesto nobre e altruísta, que permite que seus órgãos continuem a oferecer vida mesmo após sua partida”, explicou. 

Repórter: Tácio Santos 

……………………………………………………………………………………….

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia
www.comunicacao.ba.gov.br

Endereço e mapa: http://goo.gl/UY4sw

 Twitter Facebook Youtube 

Aladim Locutor

Leave a reply