Imóvel abandonado e com risco de desabamento começa a ser demolido pela Prefeitura em Vila Nova de Portão

0
36

Uma edificação deteriorada e em estado de abandono, na localidade de Vila Nova de Portão, começou a ser demolida pela Prefeitura de Lauro de Freitas, nesta quarta-feira (04). A estrutura, onde funcionou uma fábrica de paçoca e está em desuso há cerca de 30 anos, apresenta risco de desabamento identificado pela Defesa Civil Municipal. A área da edificação já se encontrava isolada para alertar sobre os riscos de acidentes.

Além da Defesa Civil, a Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento Urbano Sustentável e Ordenamento do Uso do Solo (Sedur) acompanhou a preparação para o desmanche da estrutura abandonada. A demolição está sendo executada, inicialmente, de forma manual, devido a existência de outros imóveis construídos colados à parede da estrutura.

Como afirma Tiago Max, superintendente da Defesa Civil, os moradores do entorno da antiga fábrica foram comunicados sobre os cuidados de prevenção necessários para o processo de demolição. “Recebemos uma solicitação de vistoria que relatava sobre desabamento de parte da estrutura, sem vítimas. No local, prestamos assistência às famílias e verificamos que de fato a estrutura precisa ser demolida devido à falta de manutenção e ferragens comprometidas”, explicou.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania (Semdesc) também visitou a localidade de Vila Nova de Portão e realizou o cadastro de vulnerabilidade social das famílias que moram nas sete residências coladas à estrutura. Durante o processo de demolição, esses moradores vão precisar deixar suas casas por motivo de segurança, e só poderão retornar após avaliação técnica que será feita diariamente.

Rita Silva é uma das moradoras das sete casas e foi ela quem abriu o chamado com a Defesa Civil. “Sou moradora daqui há 40 anos e esta fábrica se encontra abandonada há mais de 30 anos. Teve pessoas que invadiram, o proprietário nunca compareceu aqui, e foi aí que começou a destruição do prédio. Foi no mês passado que ouvi um barulho muito forte e saí correndo com minha filha, porque uma parte aí do prédio desabou. Não afetou nada, mas o susto foi grande”, relatou.

Do outro lado da área da estrutura mora Rosa Araújo. Ela conta que apesar da destruição interna da edificação, muitas crianças entravam para brincar. “Lá dentro é uma sujeira total e a gente se preocupa com isso. Para mim é um alívio ver que este prédio será demolido, porque vai trazer mais segurança, além de deixar tudo limpo. A expectativa aqui dos moradores é que essa área seja transformada em uma praça ou outra coisa que beneficie os moradores”, contou.

A demolição da edificação, que possui parte térrea e primeiro pavimento, está sendo executada pela empresa Tríplice Construtora, com previsão de execução de 20 dias. Após finalizar a intervenção, a Prefeitura de Lauro de Freitas prevê o aproveitamento do espaço para melhorias na comunidade.

Jornalista: Laerte Santana
Foto Wandaick Costa

05/05/2022

www.laurodefreitas.ba.gov.br
TEL.: (71) 3288-8371
Isabela Rocha – Coordenadora de Jornalismo
Mara Campos – Superintendente de Comunicação

Aladim Locutor

Deixe uma resposta