Policiamento de Lauro de Freitas e Guardas Municipais realizam rondas em ambientes escolares

0
139

 
Uma das ações da “Campanha da Cultura da Paz e Não à Violência”, instituída pela Prefeitura de Lauro de Freitas com os comandos de policiamento do município, foi colocada em prática nesta terça-feira (11). Juntamente com a Guarda Municipal, policiais militares da 52ª e 81ª CIPM, além dos policiais da Região Metropolitana CPRMS, fizeram rondas em unidades de ensino públicas e privadas. A ação de ronda ocorreu nos horários principais de entrada e saída dos estudantes das unidades educacionais. O major Márcio Pitangueira da 52ª Companhia Independente da Polícia Militar explica que a força-tarefa de segurança nos ambientes escolares é resultado da reunião ocorrida entre Prefeitura e comandos da polícia, nesta última segunda-feira (10), onde foram debatidos diversos temas, entre eles os últimos atentados em escolas fora da Bahia e a divulgação irresponsável de noticiais falsas nas redes sociais envolvendo escolas do município. “Diante disso, foram iniciadas algumas prioridades imediatas, além de outras ações que vão ocorrer ao longo do tempo, para melhorar essa sensação de segurança no ambiente escolar. Dentre as prioridades, iniciamos hoje, das 7h às 19h, uma intensificação nas escolas do município, do estado e da rede privada. Temos viaturas com policiais fazendo visitas as instituições, bem como apoio da Guarda Municipal. A ação tem como finalidade manter as aulas e oferecer uma maior sensação de segurança para os alunos, gestores, professores e pais”, disse o major Pitangueira. Estudante do 1º ano do ensino médio do Colégio Estadual Bartolomeu de Gusmão, Rebeca Dantas, 17 anos, avalia que a presença de policiais e guardas municipais nos ambientes escolares garante a sensação de segurança. “Ontem não teve aula e eu não vim porque estava com medo das notícias e também teve briga com outros alunos. Hoje eu vim porque avisaram que teria segurança na frente na escola”, contou a aluna. 
Ações da Campanha:
1.- Instituir força-tarefa de segurança nas escolas, unidades de saúde e outros; 

2.- Colocação de câmeras expostas e escondidas nas unidades educacionais;

3.- Colocação de detectores de metais nas unidades educacionais;

4.- Rondas policiais nos horários de entradas e saídas nas unidades educacionais e outras; 

5.- Guardas municipais e vigilantes permanentes;

6.- Acompanhamento psicológico interno nas unidades educacionais;

7.- Introduzir o tema “Cultura da Paz e Não à Violência” na grade extracurricular das escolas; 

8.- Retomar os Conselhos de Segurança e Cidadania nos bairros do município;

9.- Criar o Programa Pacto pela Vida à luz do programa desenvolvido pelo Governo do Estado da Bahia, em caráter municipal, envolvendo instituições, entidades e representantes dos Conselhos de Segurança da Sociedade Civil. 

10.- Implantação da DEAM – Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher, diante do aumento do número de casos de violências contra as mulheres durante a pandemia e após. 

11.- Constituir um monitoramento de redes sociais, voltado a fiscalizar atitudes suspeitas e combater também as Fake News. 

Dentre outras ações.

Texto – Laerte SantanaFoto – Raphael MullerSUPCOM PMLF – Superintendência de Comunicação de Lauro de Freitaswww.laurodefreitas.ba.gov.brTEL.: (71) 3288-8371

Aladim Locutor

Leave a reply