Procon e OAB realizam a ‘Operação Black Friday’ em Lauro de Freitas

0
95


Equipes de fiscalização do Procon Lauro de Freitas, em parceria com a Comissão de Defesa do Consumidor da Ordem dos Advogados da Bahia – Lauro de Freitas, realizam, nesta sexta-feira (24), a tradicional ‘Operação Black Friday’. O objetivo é inspecionar, além dos preços, promoções e tudo o que compõem a operação. Além disso, uma série de obrigações legais dos fornecedores foram verificadas. Um mês antes, foi feito um levantamento na precificação em determinadas lojas para que o valor fosse comparado no dia da ação. Ao todo, 30 estabelecimentos foram visitados pelos fiscais do órgão. O fiscal do Procon, Rogério Lino, explicou como funciona a “Operação Black Friday”. “Estamos verificando se o preço real está sendo aplicado, se há descontos de fato, sendo que fizemos coletas na precificação no mês passado. Além de avaliar se o desconto está sendo aplicado, também fiscalizamos se o produto com determinado preço é vantagem para o consumidor”, disse Lino.Presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB, a advogada Luana Pacheco falou sobre a ação. “Temos essa atuação conjunta com o Procon e a OAB tem um papel mais informativo. A nossa abordagem é verificar se os direitos estão sendo cumpridos, descontos oferecidos, se o consumidor está recebendo o produto dentro do prazo, se não veio com defeito e se não houve uma simulação de desconto. Essa ação é a segunda maior data de compras no comércio depois do Natal. É importante assegurar que o consumidor realmente tenha a economia tão esperada nesse período”, contou Luana.Moradora de Itapuã, Carla Santos, de 46 anos, veio até Lauro de Freitas para garimpar promoção. Segundo ela, os valores não estão condizentes com a “Black Friday”. “Fiz algumas pesquisas antes da data e estou achando os preços um pouco maiores que anteriormente. Mas, essa ação é importante por isso também. Tem que averiguar. Vim comprar um fogão que estaria com um valor, mas fui informada que não tem mais o produto. Ainda mais nesse período, né? É importante que seja fiscalizado”, ressaltou. A lojista Marcela Santos, de 37 anos, avaliou a ação em conjunto e espera bater a meta no final do dia devido ao aumento das vendas por causa da “Black Friday”. “Essa ação é necessária. Só assim é possível assegurar que o cliente está fazendo uma compra segura e confiável. O shopping está aberto desde cedo, o movimento tá bom e espero conseguir bater a meta. Que os consumidores aproveitem as promoções aqui na black”, frisou.Em casos de denúncias de infrações que estejam sendo cometidas por estabelecimentos comerciais o consumidor pode acionar o PROCON municipal por meio do e-mail: [email protected]. De acordo com o órgão, estabelecimentos autuados com infração respondem a processo administrativo, estando assegurados os direitos ao contraditório e à ampla defesa.

Texto – Neison CerqueiraFoto – Raphael MullerSUPCOM PMLF – Superintendência de Comunicação de Lauro de Freitaswww.laurodefreitas.ba.gov.brTEL.: (71) 3288-8371

Aladim Locutor

Leave a reply